segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Veja Mais Mulheres: Filmes #48-52

Olá!

E este é o post de encerramento do #vejamaismulheres 2017, com os últimos 5 filmes oficiais do projeto (mas pretendo fazer um post com outros filmes de diretoras que não entraram na contagem, mas que assisti este ano). Aqui tem um pouco de tudo: 2 filmes que vi na 41ª Mostra Internacional de Cinema de SP (um da Indonésia e um da Geórgia), um do Brasil que vi no cinema, um documentário americano que tem no Netflix e no Clarovideo e um de diretora marroquina (também disponível no Clarovideo). Vem conferir!

sábado, 11 de novembro de 2017

Veja Mais Mulheres: Filmes #43-47

Oiês!

Como já mencionei anteriormente, em outubro rolou a 41ª Mostra Internacional de Cinema de SP. Este ano, consegui ver 8 filmes, sete deles dirigidos por mulheres. Falarei sobre 5 deles neste post e sobre os demais na postagem seguinte, OK? Dois filmes desta primeira leva têm diretoras suecas (‘Ex-mulher’ e ‘Epifania’), dois têm diretoras suíças (‘Mulheres divinas’ e ‘Sarah interpreta um lobisomem’) e um tem diretora georgiana (‘Scary mother’).

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Resenha: Pseudônimo Mr. Queen


Vinte e um de dezembro de 2012, suposta data do fim do mundo, de acordo com uma previsão maia. Em 'Pseudônimo Mr. Queen' o mundo terminou mesmo, mas não com uma catástrofe natural que impossibilitaria que homens e animais continuassem vivendo, e sim com uma reconfiguração: a maior parte da população mundial simplesmente desapareceu sem deixar vestígio e as cidades foram mudando aos poucos, com o sumiço gradual das construções e dos bens materiais. As pessoas agora precisavam se ajustar às novas regras de existência, que lhes eram informadas em sonho: todos teriam 2 vidas, sendo a primeira até os 70 anos e a segunda dos 20 aos 100, sem um segundo a mais ou a menos. Na nova sociedade não haveria desigualdade social, nem dinheiro, nem doenças – tudo perfeito. Pelo menos aparentemente.

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Chegou em Casa - Outubro/2017

Oi, gentes!

Um pouco atrasado, mas aqui está o post de novidades de outubro. Algumas coisas chegaram no comecinho de novembro, mas já vou botar tudo junto.


sexta-feira, 3 de novembro de 2017

O que rolou... Outubro/2017

Oiê!

Outubro foi um mês agitado, mês de curso sobre Elena Ferrante, mês de Mostra de Cinema de SP. Estou cansada, mas feliz. Vejamos o que rolou.

Livros

Em outubro, li 4 livros:

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Resenha: We Have Always Lived in the Castle


Merricat e Constance Blackwood vivem isoladas em um casarão com seu velho tio, Julian, e o gato Jonas. Apesar da rotina rígida que impõem a si mesmos, eles aparentemente são felizes em seu pequeno universo particular. No entanto, a chegada do primo Charles, com quem as moças não tinham contato havia anos, afeta o delicado equilíbrio daquele núcleo familiar e leva a um desfecho da história no mínimo intrigante.

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Lizzie Borden em Dose Dupla


Lizzie Borden é uma das figuras americanas cuja atração resiste ao tempo e ainda hoje continua fascinando e horrorizando pessoas no mundo todo. Prova disso é o número de vezes que a história da moça que supostamente matou o pai e a madrasta a machadadas (o crime nunca foi comprovado) em 1892 já foi contada em filmes, séries de TV, musicais de teatro e ópera e programas investigativos, sem contar as vezes que já serviu de inspiração para contos e romances, músicas e bandas e até, como já postei aqui antes, pseudônimo de cineasta. Aproveitarei, então, o clima de horror de outubro para falar sobre um filme e uma minissérie frutos da atração da personagem: ‘A arma de Lizzie Borden’ e ‘The Lizzie Borden Chronicles’.

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Veja Mais Mulheres: Filmes #38-42

Oi, oi, oi!

Em outubro, sempre faço altas programações com temática de terror, mas obviamente nem sempre meus planos se concretizam. Queria fazer posts sobre filmes, séries, livros... Bom, pelo menos vou postar agora cinco filmes de terror dirigidos por mulheres que vi nas últimas semanas: ‘XX’ (coletânea de 4 diretoras dos Estados Unidos, Canadá e México), ‘A atração’ (Polônia), ‘Bilocation’ (Japão), ‘Prevenge’ (Inglaterra) e ‘Raw’ (França).

sábado, 7 de outubro de 2017

Veja Mais Mulheres: Filmes #33-37

Olás!

O post temático de hoje para o projeto #vejamaismulheres é, sem dúvida, um dos mais complicados que já escrevi. Explico: não sou fã de comédias. Poucos filmes desse gênero me fazem rir de verdade e sou dos extremos: ou dou risada de pastelão (gente caindo, torta na cara e outras coisas ingênuas típicas do cinema mudo), ou rio de coisas absurdamente toscas de filmes que não se envergonham de assumir a tosquice (vocês já devem ter percebido minha predileção por filmes trash de tubarões... rs). Enfim, respirei fundo e conferi 5 comédias dirigidas por mulheres com foco em um grupo de amigas. Vejam no que deu!

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

O que rolou... Setembro/2017

Ois!

Setembro já acabou. Passou rápido, mas pelo menos foi produtivo (e menos insano) e me trouxe leituras e filmes excelentes. Sem mais delongas, vamos ver o que rolou.

Livros

Li livros em setembro e todos foram absolutamente incríveis!


quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Chegou em Casa - Setembro/2017

Olás!

Setembro foi mais um daqueles meses que quase não comprei nada... até o escorregão nos últimos dias. Paciência. Mas não tinha como entrar na Livraria Cultura, ver esses DVDs de filmes que adoro em promoção e não comprar. E ainda encontrar o CD novo do Deftones (acho que sou uma das últimas pessoas do mundo a comprar CD) e não trazer para casa. Todos itens essenciais para minha sobrevivência... rs.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Resenha: Um Amor Incômodo


É o dia de seu aniversário e Delia aguarda a chegada da mãe. Estranhamente, o dia chega ao fim e nem sinal dela. À noite, sua mãe, Amalia, faz três ligações breves para ela – nas três parece alterada, diz coisas sem sentido e as chamadas se encerram abruptamente. No entanto, uma coisa é certa: aquilo não era normal. Preocupada, Delia informa a polícia e então o corpo de sua mãe é encontrado no mar. Um detalhe peculiar chama a atenção: ela vestia apenas um sutiã de uma marca cara que nunca usara na vida. Voltando a contragosto a Nápoles, sua cidade natal, para o enterro da mãe, Delia refaz caminhos que não lhe trazem lembranças agradáveis e consegue, depois de anos, entender acontecimentos de sua infância e como eles afetaram sua relação com a mãe.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Veja Mais Mulheres: Filmes #28-32


Em maio deste ano fiz um post temático para o #vejamaismulheres com filmes de cinco diretoras do leste europeu, apresentando produções da Romênia, Sérvia, Bulgária, Bósnia e Croácia. Gostei tanto que planejei fazer uma segunda postagem sobre o mesmo tema, abordando trabalhos de cineastas de países que não haviam entrado na primeira seleção. Acabei não conseguindo fazer na sequência, mas eis que finalmente assisti ao último que faltava para completar os cinco deste post. Desta vez, separei filmes da Hungria, Eslováquia, Rússia, Lituânia e Ucrânia.

sábado, 16 de setembro de 2017

Resenha: Vulgo, Grace


Em 1843, no Canadá, Grace Marks foi presa aos dezesseis anos, acusada de ter assassinado seu patrão e a governanta com a ajuda de James McDermott, outro empregado da casa. Em um julgamento apressado e embasado em provas circunstanciais e testemunhos nem sempre confiáveis, McDermott foi condenado à morte na forca e assim executado; Grace, devido à pouca idade e à influência de algumas pessoas que acreditavam em sua inocência, teve sua pena comutada em prisão perpétua. Em seu depoimento, ela alegou não se lembrar do que havia acontecido em algumas ocasiões em que desmaiou e ficou desacordada durante horas. Teria ela mentido descaradamente para se proteger ou será que havia mesmo esquecido alguns eventos? Será que não havia participado do crime, que teria sido forçada por McDermott a matar ou que assassinara os dois por livre e espontânea vontade? Seria Grace louca ou uma criminosa fria e cruel?

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

E o tema é... Filmes Sul-Coreanos


Adoro fazer posts temáticos, principalmente de filmes. Desde julho não rola um ‘E o tema é...’ por aqui, então vou aproveitar que estou com tempo e que assisti a alguns filminhos sul-coreanos nos últimos dias e vou fazer uma postagem especial. Quem já está familiarizado com o estilo, se joga que é diversão na certa. Quem não conhece, vale a pena dar uma conferida.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

O que rolou... Agosto/2017

Ois!

Agosto passou voando e eu só percebi quando uma semana de setembro já tinha ido para o ralo também. Sei que vou piscar e já será 2018... rs. Hora de fazer o balanço mensal.

Livros
Li 1 livro em agosto:


- Heroínas Negras Brasileiras em 15 Cordéis (Jarid Arraes): Muito bom o trabalho de resgate de heroínas negras brasileiras que foram convenientemente apagadas dos livros de história. E as ilustrações são lindas! [****].

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Chegou em Casa - Agosto/2017

Olá! Tem alguém aí?

Provavelmente, não. Nem eu tenho passado por aqui...rs. Simplesmente não tenho tido tempo. Continuo atualizando só por hábito, para deixar registrado mesmo. Enfim... em agosto comprei esses livrinhos aí no Amazon Day.

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Veja Mais Mulheres: Filmes #23-27


Os últimos três meses têm sido bem enrolados por aqui, então nem sempre tenho conseguido assistir aos filmes previamente selecionados para fazer posts temáticos. No entanto, isso não quer dizer que eu não esteja assistindo a filmes dirigidos por mulheres. Com tema ou sem tema, o que importa é ver os filmes, certo? Hoje falarei de ‘Mercado de capitais’, ‘Acorrentados’, ‘Mate-me por favor’, 'O bebê de Bridget Jones’ e ‘Buster’s mal heart’, todos eles (exceto o último) assistidos na TV (HBO, Space e Telecine).

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

O que rolou... Julho/2017

Ois!


E lá se foi mais um mês cheio de leituras programadas que não se concretizaram, de interações pretendidas que não aconteceram, de planos que não saíram do papel. Mas foi um bom mês em matéria de cursos (o módulo de Cinema Gótico foi um dos meus preferidos) e me dediquei à tradução de um livro novo (bem diferente dos outros que eu tinha traduzido, muito divertido). Bem, a vida é isso, né? Aproveitar os pequenos momentos. Então posso dizer que está tudo certo. Vamos ao resumo então!

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Chegou em Casa - Julho/2017

Olás!

Após mais um sumiço que já virou rotineiro por aqui, volto para mostrar as novidades da estante. 

Um amigo postou no Facebook a dica desse Superalmanaque da Mônica, que traz uma série de historinhas (republicadas, mas para mim são inéditas) que fazem referência ao Hitchcock. É claro que me interessei e fui atrás. Daí, descobri que existia esse novo volume de Valente (Vol. 5), e botei no carrinho também. Outra série que só fiquei sabendo da existência agora é essa de Clássicos do Cinema apresentados pela Turma da Mônica numa versão capa dura (também são histórias republicadas), que pretendo colecionar. E já que estava na seção de quadrinhos, aproveitei para comprar Arvorada.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

E o tema é... Filmes de Rock! (2)


Hoje é o Dia Mundial do Rock e, para comemorar, tem post temático com 5 filmes que alegram qualquer fã desse gênero musical: 'Detroit Rock City', 'Rock N' Roll High School', 'Quanto Mais Idiota Melhor', 'Os Cabeças-de-Vento' e 'Os Reis do Iê Iê Iê'. Aumente o som!

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Resenha: O país das mulheres


Em seu segundo ano de mandato, ao término do discurso de celebração do Dia da Igualdade em Todos os Sentidos, a presidenta Viviana Sansón sofre um atentado e acorda em um estranho galpão cheio de objetos que perdera ao longo da vida. Enquanto ela tenta descobrir por que está ali, Eva, Martina, Rebeca, Ifigenia e Juana de Arco, suas ministras e amigas de longa data, se desdobram para seguir os planos de governo e lidar com a oposição na ausência da recém-eleita líder do Partido da Esquerda Erótica.

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Veja Mais Mulheres: Filmes #18-22

Olás!

Hoje no post do #vejamaismulheres falo sobre 5 filmes que assisti ao acaso e que se encaixam no projeto, mas sem atender aos critérios que estabeleci este ano de fazer postagens temáticas. São trabalhos de 2 diretoras norte-americanas, 1 inglesa, 1 brasileira e 1 irlandesa. Vamos lá!

quarta-feira, 5 de julho de 2017

O que rolou... Junho/2017

Olá de novo!

Mais um mês chegou ao fim. Foi cansativo por vários motivos e também foi triste, porque minha companheira de sofá e de outros momentos virou estrelinha. Na retrospectiva de hoje, resumo o que li e assisti em junho e deixo uma fotinho da Frida, que sempre me ajudava a escolher as leituras.

Chegou em Casa - Junho/2017

Oi, oi, oi!

Junho foi um mês difícil. E triste. Nem tenho muito o que falar sobre ele. Vim só postar o que chegou em casa para manter o controle: 'As vacas de Stalin' que quero muito ler e consegui numa troca pelo Skoob. 'Aqui estão os sonhadores' foi o livro escolhido para discussão de maio (acho) no Leia Mulheres - SP, mas não consegui ler na época e uma amiga me emprestou agora. E foi isso. Pelo menos, não comprei nada. Yeay!


E aí na casa de vocês, o que chegou de novo?

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Veja Mais Mulheres: Filmes #13-17

Hello!

Hoje, em mais um post temático do #vejamaismulheres, falo sobre o trabalho de 5 diretoras asiáticas: Clara Law (Macau), Jian Xiao (China), Anocha Suwichakornpong (Tailândia), Lee Jeong-Hyang (Coreia do Sul) e Naoko Ogigami (Japão).

terça-feira, 13 de junho de 2017

O que rolou... Maio/2017

Adivinhem quem está de volta?


E lá se foi mais um mês estranho, que alternou momentos de trabalho intenso com outros de total falta de demanda. Haja saúde para lidar com tanto cansaço e ansiedade! Mas vamos ao que interessa: li um pouquinho e assisti a vários filmes e alguns seriados. O módulo de História do Cinema de maio foi sobre musicais, então vi alguns filmes do gênero e tenho ainda uns outros tantos aqui para ver. Bem, vamos logo para a retrospectiva!

domingo, 11 de junho de 2017

Chegou em Casa - Maio/2017

Olá, olá!

O blog está meio abandonado, mas fazer o quê? A vida chama e a gente precisa atender, certo? Enfim... Vim rapidinho postar as novidades que desembarcaram aqui em casa em maio.


'A história secreta de Twin Peaks' ganhei de presente. Os outros comprei na promo da semana geek da Amazon BR. E, bem resumidamente, foi isso. Depois eu volto (ou não) para fazer a retrospectiva de maio.

Até+!

sexta-feira, 12 de maio de 2017

E o tema é... Mães de Séries de TV


Este é um post de Dia das Mães que eu queria fazer havia tempo, mas a data sempre acabava passando. Eis que agora finalmente consegui! Claro que desde que comecei a planejar o post até o momento em que de fato o escrevi muitas outras personagens já foram acrescentadas à minha galeria, mas, para esta primeira postagem, escolhi 5 tipos de mães nas séries de TV.

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Veja Mais Mulheres: Filmes #8-12

Olás!

Estou um pouco atrasada com o #vejamaismulheres este ano, mas continuo com minha intenção de assistir a filmes de países que ainda não foram representados no projeto e de fazer posts temáticos. O de hoje tem como tema o leste europeu, e selecionei trabalhos de diretoras dos seguintes países: Romênia, Sérvia, Bulgária, Bósnia e Croácia.


*Apresento o título em português e em inglês e, quando disponível, em seus idiomas originais. Sinais gráficos de seus respectivos idiomas não são utilizados, para evitar problemas de desconfiguração.

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Leia o Livro, Veja o Filme: Novecentos / A Lenda do Pianista do Mar

LIVRO: Novecentos

Danny Boodmann T. D. Lemon Novecentos, um nome e tanto, não? Pois nenhum outro combinaria melhor com seu dono, nascido a bordo do navio Virginian na virada de 1899 para 1900, onde viveu 32 anos sem nunca botar os pés em terra firme. Inusitado. Além disso, ele também era capaz de descrever lugares que jamais conheceu como uma riqueza de detalhes que convencia qualquer um que já houvesse visitado tais localidades. Para completar o pacote, o moço também tocava piano como ninguém. Um mistério esse Novecentos. Uma lenda.

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Chegou em Casa - Abril/2017

Olás!

As novidades de abril estão todas na foto abaixo: 'Meninos em Fúria' e os DVDs eu comprei em uma promo da Livraria Cultura, enquanto 'Tiro de Misericórdia' e 'O evangelho segundo Talião' comprei para minha aula de Cinema, Filosofia e Teoria Social. Mais do que bom para um mês em que não tive muito tempo dedicado ao lazer.


E foi isso. O que vocês mostram de novo?
Beijo!

terça-feira, 2 de maio de 2017

O que rolou... Abril/2017

Oi!


Seguindo o ritmo do mês anterior, abril também foi caótico e exaustivo. Não li nada que não fossem textos teóricos para as aulas. Filmes, até que assisti a muitos. Como o começo do ano estava sendo fraco no trabalho, me inscrevi em um curso de Produção Editorial, além de continuar com as aulas de História do Cinema. E daí surgiram mais atividades interessantes. O SESC-SP lançou um curso que analisa alguns episódios de 'Black Mirror' (dá para assistir aos vídeos AQUI) e um professor adorado começou o curso de ‘Cinema, Filosofia e Teoria Social’, e eu não resisti e me enfiei nesse também. Claro que depois disso os trabalhos voltaram num volume absurdo e eu quase me matei para dar conta de tudo. De qualquer forma, é hora da retrospectiva.

terça-feira, 25 de abril de 2017

Filme: Vida


A história se passa na Estação Espacial Internacional, cuja tripulação acaba de fazer a grande descoberta há tempos esperada: evidência de vida em Marte. O feito é televisionado, o mundo para para acompanhar na tela mais esse passo da humanidade rumo à exploração dos confins do universo, crianças escolhem em um concurso o nome do novo ser: Calvin. Tudo é festa, a criatura ameboide cresce a uma velocidade espantosa e sua inteligência é ainda mais surpreendente. Mas as comemorações são interrompidas quando o extraterrestre se mostra incontrolável e letal.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

O que rolou... Março/2017

Oi!

Março foi um mês tumultuado (e abril também está sendo), então só agora consegui fazer o post de retrospectiva. Mas olhando minhas anotações aqui, constato que foi um mês de ótimas leituras e séries/filmes. Vamos ver o que rolou?

terça-feira, 4 de abril de 2017

Chegou em Casa - Março/2017

Olá!

Passei quase o mês todo de março sem comprar nada, mas na última semana várias promoções incríveis apareceram e não resisti. A primeira foi na Saraiva, que estava vendendo os livrinhos de sua coleção de bolso a partir de R$ 3,90!! E a promo ainda era cumulativa, ou seja, comprei esses 5 e paguei só 4.

domingo, 2 de abril de 2017

Resenha: Dançarinas


Li 'Dançarinas' no ano passado, mas então emprestei o livro e só agora combinei com a Lulu (leia a resenha dela AQUI), minha parceira no Desafio Lendo Margaret Atwood, de postar nossas opiniões. Obviamente, as impressões mais imediatas e vibrantes já se perderam nesse tempo todo. De qualquer forma, esse foi o livro da autora que menos me agradou até o momento. O volume inclui 14 contos que têm, em sua grande maioria (12 contos), mulheres como protagonistas, mulheres com personalidades e estilos de vida diferentes, porém unidas pela mesma dor.

terça-feira, 21 de março de 2017

[Do fundo do baú] Leia o Livro, Veja o Filme: A Mulher de Preto

LIVRO: A Mulher de Preto

A história é narrada por Arthur Kipps, já idoso e relembrando os terríveis eventos que marcaram a cidadezinha de Crythin Gifford e também sua própria vida. Ele nos conta que, na época dos acontecimentos, ele tinha apenas 23 anos, uma noiva apaixonada e muita disposição para aventuras que o levassem para longe da melancólica e nebulosa Londres. Assim, foi com empolgação que ele aceitou a incumbência de viajar até a distante Crythin Gifford para comparecer ao funeral da falecida Sra. Drablow em nome do escritório de advocacia em que trabalhava, para organizar documentos da defunta a fim de encerrar os serviços legais.

sexta-feira, 17 de março de 2017

Veja Mais Mulheres: Filmes #3-7

Ois!

O post do #vejamaismulheres de hoje é temático: 5 filmes dirigidos por atrizes que passaram para o lado de trás da câmera, cada uma delas representando um país diferente. Tem Natalie Portman com ‘De amor e trevas’, Julie Delpy com ‘A condessa’, Carla Camurati com ‘Copacabana’, Liv Ullmann com ‘Miss Julie’ e Angelina Jolie com ‘À beira-mar’. Preparados?

quarta-feira, 15 de março de 2017

Série: Big Little Lies


Uma jovem mãe solteira que se muda para uma adorável cidadezinha litorânea com o filho de 5 anos em uma tentativa de recomeçar sua vida. Já no dia de orientação do jardim da infância, um incidente envolvendo o menino e uma coleguinha, filha de uma poderosa executiva da região, é o estopim de uma guerra desproporcional entre as mães e, aparentemente, o desfecho trágico da batalha acontece no baile escolar anual.

segunda-feira, 13 de março de 2017

Resenha: O adulto


A protagonista sem nome de ‘O Adulto’ é uma jovem que, desde cedo, aprendeu com a mãe a identificar pessoas suscetíveis às suas histórias inventadas para conseguir arrancar delas uma grana. No início, ela só acompanhava a mãe, desempenhando o papel de filhinha pobre e necessitada, mas com o tempo virou expert no assunto e, aos 16 anos, saiu de casa para seguir carreira solo. Sua vasta experiência a levou a encarnar uma vidente, especializada em ler a aura das pessoas. E foi no ramo da falsa clarividência que ela conheceu Susan Burke, mais uma dona de casa que desejava desesperadamente ouvir mentiras que a confortassem. Ou pelo menos foi isso que a vigarista esotérica pensou ao ver mais uma vítima ideal em sua sala de espera.

sexta-feira, 10 de março de 2017

[Do fundo do baú] Resenha: A Invenção das Asas


“A Invenção das Asas” conta a história de duas garotas que aparentemente não tinham nada em comum, mas que se tornaram amigas. Ao longo de 35 anos, elas se aproximam e se afastam, cada uma delas lutando como pode para ter seus anseios realizados, mas ambas com a mesma ambição profunda e latente: conseguir a liberdade.

quarta-feira, 8 de março de 2017

Resenha: O Buda no Sótão


‘O Buda no sótão’ cobre o período de uma onda de imigração japonesa para os Estados Unidos por volta de 1900 até o desaparecimento em massa desses imigrantes na época da Segunda Guerra. Em uma narrativa composta por uma mistura de vozes, Julie Otsuka fala sobre a experiência das noivas japonesas que chegavam à terra do Tio Sam para se casar com maridos que não conheciam, sobre o duro trabalho nas plantações, sobre a saudade da pátria e dos familiares, sobre sonhos e decepções.

segunda-feira, 6 de março de 2017

Série: Sneaky Pete


Marius Josipovic (Giovanni Ribisi) acaba de receber liberdade condicional, mas estar livre significa contas a acertar com um sujeito poderoso em quem deu um golpe e que agora quer sua cabeça. Ele decide, então, assumir a identidade de Pete Murphy, seu colega de cela, que tem uma família que o aguarda há anos e cuja história Marius ouviu à exaustão durante o período que passou na prisão. Viver com outra identidade e longe das ameaças da gangue parecia o plano perfeito, mas logo Marius descobriu que nem tudo era tão simples como havia imaginado.

sexta-feira, 3 de março de 2017

O que rolou... Fevereiro/2017

Oi!

Janeiro foi um ótimo mês de leituras, mas em fevereiro as coisas ficaram difíceis e não li tudo o que tinha programado. Continuei assistindo aos filmes do Oscar e consegui ver todos que queria. Vi um documentário sobre o Stanley Kubrick para o curso (que, aliás, foi incrível) e agora só preciso rever dois dos meus preferidos (‘O iluminado’ e ‘De olhos bem fechados') e terminar o livro sobre o diretor. No geral, foi bom, mas poderia ter sido melhor. Vamos ao resumo, então!

quinta-feira, 2 de março de 2017

Chegou em Casa - Fevereiro/2017

Olás, olás!

Como foram de carnaval? Por aqui, foi tranquilo.
E agora vou mostrar o que chegou em fevereiro aqui em casa.


'Bastidores' e 'Cuecas por cima das calças' são dois livrinhos lindos do Rafael Koff que comprei pelo Catarse. 'Twin Peaks: Arquivos e Memórias' comprei na pré-venda da Amazon (fazia tempo que não comprava nada antecipado, mas a ansiedade foi muita). 'Dois Irmãos' estava na minha lista de querências e aproveitei um descontinho bacana da Livraria Cultura durante meu passeio de carnaval pela Paulista.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Resenha: Distância de resgate


“Sempre penso no pior. Agora mesmo estou calculando quanto demoraria para sair correndo do carro e chegar até Nina, se ela corresse de repente para a piscina e se atirasse. A isso dou o nome de ‘distância de resgate’, que é como chamo a distância variável que me separa de minha filha, e passo a metade do dia fazendo esse cálculo, embora sempre arrisque mais do que deveria.”

Duas pessoas conversam. No início, não sabemos quem são, só que uma delas está para morrer, e a outra instiga a doente a continuar falando, relembrando o que aconteceu. Há urgência no relato. Amanda, a enferma, quer saber da filha de 4 anos, Nina. David, seu interlocutor, está impaciente, só repete várias vezes ‘isso não é importante’ e ‘precisamos saber o ponto exato’. Alternando entre o tempo presente, em que essa conversa se desenrola, e acontecimentos de alguns dias antes, a narrativa nos dá peças para que possamos tentar reconstruir a história na ordem cronológica. Ao fim da leitura, foi possível estabelecer a linha do tempo, mas saber o que de fato aconteceu... isso já são outros quinhentos, dando margem a várias teorias e interpretações.

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Oscar 2017: Seleção 2 - Diversas Categorias

Oi, gente!

Na reta final antes da premiação desta noite, venho falar sobre mais 5 concorrentes ao Oscar 2017: ‘Loving’, ‘O apartamento’, ‘Vida, animada’, ‘Mulheres do século 20’ e 'Eu não sou seu negro'.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Série: Broadchurch - Temporada 1


Na pequena cidade litorânea de Broadchurch, um menino é encontrado morto na praia. O crime choca a todos da pacata comunidade em que todos se conhecem. Quem assume a investigação é o detetive transferido Alec Hardy (David Tennant), juntamente com Ellie Miller (Olivia Colman), policial local e melhor amiga da família da vítima. Ao longo de 8 episódios, descobrimos com eles os pequenos e grandes segredos que se escondem por trás da aparente face amigável dos moradores.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Resenha: Pequenas Grandes Mentiras


Um crime acontece na noite de perguntas e respostas da escola. Não sabemos quem matou nem quem morreu. A história é contada em retrospectiva, a partir de 6 meses antes do evento. Ficamos sabendo então que uma mãe solteira se muda para uma cidadezinha em que todos se conhecem. Já no dia de orientação de seu filho no jardim da infância, um incidente faz com que todos achem que o menino machucou uma coleguinha, filha de uma importante executiva da região que exige medidas desproporcionais para o caso. Paralelamente ao desenrolar das brigas escolares, conhecemos melhor o passado e a rotina de três mães que se tornam melhores amigas. E sob o manto ilusório da perfeição se escondem segredos, alguns realmente pequenos, outros nem tanto.